domingo, 6 de janeiro de 2013

Engenheiros do Hawaii - Refrão de Bolero



Eu que falei nem pensar
Agora me arrependo roendo as unhas
Frágeis testemunhas
De um crime sem perdão
Mas eu falei nem pensar
Coração na mão
Como um refrão de um bolero
Eu fui sincero como não se pode ser

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores